Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

A guerra dos amigos

Vivemos numa sociedade deveras estranha e interesseira. Entra-se em guerra para se ter uma casa melhor que a do vizinho, para se ter um carro mais potente que o do cunhado, passar umas férias no mesmo lugar que o colega do emprego, e assim por diante. É considerado uma ofensa aos outros alguém querer dar por si um passo em frente, querer melhorar um pouco a sua vida ou tentar dar uma educação melhor ou diferente aos filhos. A competição darwinista é desenfreada em todos os aspectos da vida e, se bem que repetidamente negada em resmas de bolorentos calhamaços de sociologia, a selecção natural é mais que evidente em qualquer canto da rua, seja ela em Nova Iorque, Berlim, Londres ou Lisboa... os mais poderosos sentem um enorme prazer em chutar para o canto os que eles apelidam de incapazes.

 

Com as novas e baratas ferramentas disponibilizadas pelas redes sociais essas pequenas e grandes "lutas" pela vida são exponencialmente exacerbadas pelos de baixo, já que os poderosos não se metem nessas manias perigosas de passar cá para fóra as suas quezílias, as suas ambições, os seus desejos, as suas lutas infinitas, os seus secretos e selectivos objectivos. Então, ansioso por divulgação e reconhecimento, cada um dos mediaticamente excluídos trata agora de divulgar a sua casa explêndida, o seu possante e maravilhoso carro último modelo, as suas escaldantes férias, os políticos e endinheirados que pensa que são seus amigos, as supostas figuras públicas com quem tira uma "selfie", a festa exclusiva em que esteve presente, a viagem de avião que teve urgentemente que fazer, a dor de dentes que lhe apareceu de repente, o gatinho da filha que morreu atropelado... e ai de quem não carregar "gosto" na sua página ou se esquecer da data de aniversário do seu sempre vigilante "amigo"!...

 

Nesta guerra de "amigos" poucos se salvam... só vão para o céu os que colocam 10.000 "gosto" num só dia!...