Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

Ai Jesus... tanta massa!...

Estas duas últimas semanas o país tem vivido suspenso de outras tantas grandes dúvidas sobre o seu futuro imediato. Terão essas questões a ver com o rumo a tomar pelo país logo após as próximas eleições legislativas, a realizar a seguir ao verão? Ou serão antes assuntos ligados à descoberta de uma nova Lista VIP, desta vez direccionada para empresas "amigas" da ASAE e que não deverão ser importunadas, sob qualquer forma, a fim de que possam prosseguir os seus sagrados objectivos de incrementar a economia e "exportar" a qualquer preço? Ou terá tudo antes a ver com o agora acutilante apelo de Passos Coelho para o regresso ao país dos jovens que em 2012 mandou desbragadamente "emigrar"? Não, parece que não tem nada a ver com isto, parece que se trata antes de duas situações muito mais acutilantes para o país... muito mais determinantes!...

 

De que se trata então? Trata-se dessas duas importantíssimas questões de saber quem vai ser o novo treinador do Benfica, se o Rui Vitória ou o Marco Silva, e daquela outra de se saber se o Jorge Jesus fez bem em sair do Benfica batendo com a porta na cara do Filipe Vieira. Estas duas questões básicas, determinantes e, como se diz agora, estruturantes, do nosso futuro político como país, são de facto o "leitmotiv" que faz hoje mexer e mobilizar o país na senda de novos amanhãs mais prósperos e risonhos, no fundo, são a grande razão de estarmos hoje vivos e em luta acesa pela nossa sobrevivência como nação. Pois se o Jorge Jesus vai para o Sporting ganhar seis milhões por ano, isso só demonstra a confiança que o mercado tem na pujança da nossa presente economia e só o podemos admirar por isso, por ter tido a coragem de trapear a distraída águia e se preparar agora para enloular o há muitos anos esperançoso... leão.

 

Como diria o meu saudoso tio Bonifácio... "ai Jesus... tanta massa"!...