Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

Europa retrógrada e bafienta

Afinal a Europa não quer a Grécia, odeia os gregos, não tolera a sua presença no seio do conjunto dos povos do velho continente. Mas que Europa é esta que se dizia até aqui mentora de um espaço aberto de fraternidade, solidariedade e de defesa de objectivos comuns? Essa Europa, ao que parece, não existe mais, e não existe porque não possui verdadeiros líderes com espírito europeu, antes está sendo governada por uma verdadeira camarilha de oportunistas, intrínsecamente ligados ao poder económico e financeiro mundial e à poderosa e revanchista Alemanha. Não estamos já perante um conjunto de países democráticos, livres e iguais entre sí, mas entre um conjunto de subservientes economias que têm como objectivo satisfazer os interesses e caprichos do Sr. Schauble, da Sr.ª Merkel e da autoritária e ambiciosa Alemanha, mesmo que às custas e com todo o sofrimento inimaginável dos povos europeus.

 

Ora esta Europa pretendida pela Alemanha, a mesma Alemanha que iniciou a segunda guerra mundial de 1939-1945, basei-se sintomaticamente em princípios muito parecidos com aqueles que a conduziram então à derrota: a pretensa superioridade do povo alemão e a banalização e secundarização dos outros povos, tidos como inferiores, incapazes e perdulários. Estes resquícios e lembranças do passado não trazem nada de bom para a paz entre os povos europeus, já que empurrar a Grécia para fóra da Europa é, quanto mais não seja simbolicamente, rejeitar o berço em que juvenesceu a própria democracia.

 

Líderes europeus com conhecimento de História... PRECISAM-SE!...