Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

Lá se foi o meu Mercedes!...

Cada vez me vou apercebendo mais que esta vida não é para mim, este país não é para mim, este mundo não é igualmente para mim. Um tipo sonha uma vida inteira com um objecto, uma coisa, uma marca que nos coloca no topo da pirâmide do luxo, da admiração social, no estrato topo de gama da sociedade, nos tira da vulgaridade das ruas, da nona página dos jornais, da segunda parte das notícias da TV, e nos faz verdadeiramente sentir que somos alguém, que merecemos respeito, que somos dignos que uma avenida inteira participe no nosso funeral, enfim, que nos erijam um memorial e nos coloquem finalmente no Panteão Nacional a que muitos mortais como nós já tiveram direito e alguns duvidam do seu merecimento. Refiro-me àquilo a que todos aspiram mas que só alguns felizardos concretizam... possuir um Mercedes topo de gama!...

 

Essa obsessão, esse indómito objectivo, tem norteado toda a minha vida, e acredito que igualmente a de muitos como eu que sabem muito bem onde pára o almejado bem-bom e onde correm as perfumadas delícias da vida. Finalmente, nos inícios do próximo ano seria o verdadeiro primeiro ano da minha vida, seria o ano da concretização do grande sonho... a compra de um Mercedes SL65 AMG, com Biturbo V12, compra essa que eu iria concretizar com a efectiva devolução da sobretaxa do IRS que, esperava eu, me iria ser creditada no IRS referente a 2015, conforme promessa feita por vários membros do anterior e actual Governo PSD/CDS. Mas agora, passadas que foram as eleições, parece que não haverá sobretaxa de IRS para ninguém, era tudo engodo para angariar votos a parvinhos como eu, que colocaram as suas derradeiras esperanças em dar um salto nas aparências contando com o ovo no cú da galinha. Enganaram-me por um lado, mas não de todo... que não votei neles.

 

Malandros... lá se foi o meu Mercedes!...