Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

russomanias

russomanias

O nosso melhor do mundo

Quem me conhece sabe perfeitamente que não perco uma oportunidade de dar, sempre que me parecem justas, umas boas bicadas no nosso Cristiano Ronaldo. É que custa-me a sair da cabeça que o rapaz tem dois pesos e duas medidas sempre que joga futebol. E a culpa não é só dele, nem principalmente dele, mas igualmente dos seus treinadores e dirigentes dos clubes em que joga. E essa minha suspeita advem-me do facto de me parecer evidente que o nosso craque se esfalfa até cair para o lado sempre que joga pelo Real Madrid, mas já quando joga pela nossa Selecção a minha opinião é que andará sempre atrás dele uma vózinha que lhe sussurra continuamente ao ouvido: "cuidado!... não corras demais, tenta evitar os lances mais duros para não te magoares, olha que o dinheirinho grosso que ganhas somos nós, clubes, que to pagamos, pois quanto à Selecção de Portugal aquilo não te leva a lado algum". Claro que todas estas minhas suspeitas são resultado da minha intuição e do que vejo, dos jogos espectaculares que o nosso rapazote fez no passado no Manchester United e tem feito no Real Madrid. Mas, dirão vocês, ingrato, e o jogo contra a selecção da Suécia em que o rapaz marcou três de uma assentada, e que golos meu Deus? E em muitos outros jogos mais na Selecção, em que o nosso rapaz também brilhou? É verdade, admito, aqueles três golos contra a Suécia foram de mais e o Ronaldo efectivamente mostrou aí que a nossa Selecção ainda lhe diz alguma coisa... nem que seja só um pouquinho.

 

Vem isto a propósito desta história pacóvia de saber se o nosso Cristiano tinha o direito ou não de realizar a sua festa de aniversário logo após o Real Madrid ter sido bafejado com quatro "sêcos" pelo Atlético no último fim de semana. Quanto ao facto de o Real ter levado com quatro e o nosso Ronaldo nem um golito sequer ter enfiado na baliza do adversário, tenho que reconhecer que o facto deitou um pouco por terra a minha teoria e as minhas suspeitas, pelo que do facto aqui faço o meu acto de contricção e peço desculpas ao rapaz. Já quanto ao andarem para aí a dizer que o "miúdo", ao levar a sua festa de aniversário avante, não respeitou o Real nem os adeptos e os colegas naquelas horas logo a seguir a tanta aflição e que mais valia ter adiado a comemoração, só me resta concluir que o nosso rapazote fez muito bem em passar por cima daqueles momentos de tristeza e alinhar na borga e cantoria, pois que "tristezas não pagam dívidas" e trinta anos só se fazem uma vez na vida. Bora lá Ronaldo a comemorar em grande!... esses gajos não podem contigo porque têm é inveja de nunca se terem deitado a sério com a bela eslava Irina!...

 

 

Comentários

Comentar post