Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

Os madeireiros da Sibéria

Conta-se como anedota que os madeireiros que durante seis meses cortavam madeira na Sibéria, quando por lá andavam desterrados só falavam uns com os outros de mulheres. De regresso a casa, e durante os seis meses seguintes, com as suas respectivas esposas só falavam de madeira. Vem isto a propósito da decisão da Comissão Europeia de há anos atrás, e perante o que dizia ser um excesso de vinho produzido pelos países que integravam a Comunidade Europeia, ter subsidiado com milhões de euros o arranque de videiras, com os agricultores portugueses naturalmente a comerem por tabela. Há uns dias a esta parte, veio a Comissão dizer agora que existe um déficit de vinho na Comunidade e, claro, vai voltar a subsidiar... mas desta vez o plantio de mais videiras.

 

O Governo de Passos Coelho e Paulo Portas mal subiu ao poder, e perante o galopante crescimento do desemprego entre toda a população e principalmente entre os jovens, não esteve com meias medidas e mandou a população passear. "Emigrem!", disseram eles. E foram aos milhares aqueles que emigraram, como já se não via em Portugal desde a década de 60 do século passado. Agora, com eleições legislativas à porta, Passos Coelho e Paulo Portas criaram o Programa VEM, para incentivar o regresso a Portugal dos que daqui sairam para fugir à fome e à procura de emprego, empurrados todos pelo "emigrem!" de Passos Coelho.

 

Com a sua desastrosa política de austeridade, o Governo PSD/CDS-PP encaminhou milhões de portugueses para a pobreza, destruiu a classe média, desestruturou as famílias através do desemprego, desincentivou os jovens a casarem e a terem filhos, levando a taxa de natalidade em Portugal a atingir perigosamente níveis nunca vistos, sendo actualmente a mais baixa da Comunidade Europeia. Em época de eleições, vem agora o Governo propor uma carrada de medidas para incentivar a natalidade... natalidade que até aqui andou a destruir!...

 

Mas que vida estranha esta a dos madeireiros da Sibéria!...