Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

Sondagens e... tripas enfarinhadas

Aquelas eleições da passada quinta-feira no Reino Unido vão ficar mesmo imorredoiramente na história como a maior das demonstrações do que valem verdadeiramente as sondagens eleitorais. Aquilo foi um ataque diário à cabecinha dos eleitores ingleses, fazendo-os acreditar que o resultado seria um empate entre os conservadores e os trabalhistas... porque assim diziam as sondagens. No final foi o que já todos sabemos, uma retumbante vitória do partido conservador... e por maioria absoluta. Aqui em Portugal, sempre que se fala em sondagens, não deixo de me perguntar porque motivo em tantos actos eleitorais em que tenho participado nunca fui contactado, pessoalmente ou por telefone, para dar a minha modesta opiniãosinha quanto ao voto. Também não conheço ninguém que o tenha sido por uma dessas duas formas. Porque será? Será que as sondagens são mesmo efectuadas ou tudo não passará de uns quantos desejos e vontades atamancadamente expressas em números, que depois raramente se confirmam? Sempre desconfiei de certas sondagens e o que se passou nas últimas eleições do Reino Unido é claro de mais para a minha embatocada inteligência.

 

Já se me fizerem uma sondagem, o que duvido, a saber se a ASAE deveria ou não proibir a venda das nossas famosas e populares tripas enfarinhadas nas tascas e restaurantes cá da terrinha, desde já vos afirmo que voto redonda e abertamente contra a proibição, ainda para mais agora que cá em casa descobrimos que as ditas tripinhas vão que nem canja envolvidas em molho de francesinha (atenção... molho caseirinho!...). Claro que tal sondagem seria absurdamente desnecessária, pois é comummente sabido que o partido dos cotas está mais que derrotado quanto ao consumo destas e doutras outrora nacionais e populares iguarias, já que o partido dos putos leva avassaladora vantagem a partir do momento em que a poderosa ASAE atraiçoou o rico património gastronómico português e se bandeou para o lado das multinacionais do "fast food".

 

Não sei se já participaram alguma vez numa verdadeira sondagem. Quanto a mim, se algum dia acontecer... eu aviso-vos!...