Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

russomanias

russomanias

A Páscoa no tempo do Facebook

Já deixei aqui umas lembranças dos festejos da Páscoa no tempo da minha avósinha, coisa já um pouco antiga e deslocada nos dias de hoje. Claro que me faltou então referir ainda umas tantas modas, como a de levar um raminho de flores à madrinha no Domingo de Ramos, artimanha para sacar à desgraçada um mais que certo embrulhinho de amendoas ou uma nota de vinte escudos, coisa então de suma importância naqueles tempos de escassez e falta de folgo. Mas agora não, tudo é diferente. O pessoal, em vez de estar com aquela trabalheira toda de raminhos para a madrinha, cozinhados e mais assados para trás e para a frente, pão-de-ló de Arouca ou de Felgueiras, amendoas Costa Moreira e outras guloseimas hoje em dia a preço proibitivo e que obrigam a mastigar com uma certa constância, optou agora por festejar a Páscoa de uma forma diferente e bem mais vistosa, ou não estivessemos todos nós numa nova era, fantasiosa e de estrelato para qualquer um.

 

O cabritinho com batatas assadas no forno é hoje em dia substituído por um suculento e bem cheiroso Big Mac Menu, bem mais macio e menos trabalhoso de manejar, acompanhado agora não por um maduro tinto da Adega Cooperativa de Mesão Frio, mas por uma valente Coca Cola com quatro pedras de gelo. É claro que o pessoal não vai apressadamente colocar no Facebook que esteve no Mac Donald's a comemorar a Páscoa, não senhor. O pessoal não nasceu hoje e tem que aparecer sempre em beleza e à grande, logo, o que vai fazer é pesquisar na "net" uma boa e sujestiva foto de uma "cabritada" no forno a sério, em Mirandela ou em Bragança, e postá-la no Face como um dia bem passado lá na terrinha da família. Tudo bem feito e melhor pensado, o negócio é muito bem capaz de render para cima de 220 "gosto" e 67 "comentários" a dar os parabéns e a tentar saber onde fica a catedral do vistoso manjar. Isto como consequência directa, já que, como ganhos colaterais pode ainda render mais uns quantos 17 "amigos" e outros tantos candidatos.

 

A Páscoa no tempo do Facebook não é nada conservadora como no tempo da minha avósinha... é fenomenal!...

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.