Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

russomanias

russomanias

Coitado do meu Carocha

Sempre desejei ter um Carocha, aquele VW antigo a que alguns, como eu, tambem chamam de "meio-queijo". Sempre adorei aquele carro, a sua mecânica simples, a sua robustez e a sua fiabilidade. Era dos poucos, senão mesmo o único carro até aos dias de hoje cujo motor só precisava da vareta de óleo no nível e do depósito com gasolina para funcionar, pelo que não existiam aqueles problemas de radiador furado ou de algum tubo de água que se rompesse, porque de água era coisa que ele não necessitava para arrefecer o seu robusto mas simples motor. Tinha eu por volta dos meus treze ou quatorze anos quando aprendi que retirar o motor de um VW Carocha era a coisa mais fácil do mundo, bastando para isso desligar os cabos eléctricos da bateria, os cabos do acelarador e da embraiagem, meter um macaco hidráulico debaixo do motor, desapertar os quatro parafusos que juntavam o motor à caixa de velocidades e, puxando com jeitinho e dando por várias vezes uns abanões nos dois canos de escape... zás!... o motor saltava logo cá para fóra.

 

O VW Carocha foi dos carros mais vendidos em todo o mundo e, coisa que certamente nem todos sabem, o seu excelente motor foi desenvolvido pelo engenheiro austriaco Ferdinand Porsche, o mesmo criador da ainda hoje famosa marca de automóveis Porsche. Mas toda esta conversa vem no sentido da autêntica admiração que eu tinha (ainda tenho?...) pela marca de automóveis Volkswagen e por tudo aquilo que ela para mim representava no sentido de interiorização da competência, fiabilidade, rigor, excelência e perenidade da indústria alemã em geral e na automobilística em particular. Marcas como a Mercedes, Volkswagen, Porsche e Audi sempre foram sinónimos do melhor que no mundo se faz em termos de mecânica automóvel e quem comprava qualquer uma destas marcas acreditava que possuia o máximo em eficiência e qualidade.

 

Por isso, que dizer do autêntico escândalo que representou a manipulação do software que controla as emissões dos motores a gasóleo fabricados pela marca alemã Volkswagen? Uma autêntica desilusão, uma machadada na credibilidade da indústria alemã, o fim do estafado mito de que os povos da Europa do Sul é que são os aldrabões e os do norte uns santinhos desde que saem do berço! Representou também mais um sério aviso a toda a Europa e ao resto do mundo para que se ponha termo ao habitual "laissez-faire" relativamente aos grandes e poderosos grupos económicos e a uma maior responsabilização dos mesmos no que toca a uma defesa efectiva do meio ambiente.

 

Com uma marca tão maltratada... coitado do meu Carocha.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.