Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

russomanias

russomanias

Cuidado!... atenção aos russos!...

Quando era miúdo bebi litros e litros de óleo de figado de bacalhau que nos davam lá na escola primária, não na privada, mas na pública. A grande maioria dos putos que andavam então comigo na escola não gostavam mesmo nada daquele óleo fino e enjoativo que era tomado às colheres, enquanto que eu adorava meter o frasco à boca e bebê-lo até ao fim de um só lanço. Diziam-me que fazia bem à saúde e eu bebia-o, mas os outros ou o rejeitavam ou o vomitavam de seguida, dizendo todos que não prestava e que era mal cheiroso. Não sei se foi por isso que cresci e entronquei mais que a maioria, mas o que sei é que hoje em dia está mais que provado que o óleo de figado de bacalhau faz bem aos ossos, à pele, aos olhos, é um anti-inflamatório poderoso, previne o cancro e as doenças do coração, combate a esclerose múltipla e faz muito bem ao cérebro. Mas, dirão vocês: afinal, o que tem o óleo de figado de bacalhau a ver com os russos? Tem tudo a ver, pois nestes últimos dias a campanha nacional e internacional contra os russos e a Russia tem sido tremenda, só superada pelas bocas foleiras que, sendo eu catraio, então se mandava contra o maldito e odiado óleo de figado de bacalhau.

 

Pelo que se tem lido na grande maioria dos jornais e nos principais canais de televisão, os adeptos da selecção de futebol da Rússia têm praticado as maiores atrocidades em França, sendo tanta a porrada que têm dado que arriscam a que sua selecção seja expulsa do Europeu. Nota-se aqui que, muito mais que no caso do óleo de figado de bacalhau, a aversão à Russia é fomentada pelos mesmos senhores que, cá dentro ou lá fóra, têm sido os principais responsáveis pela derrocada daquela Europa unida e solidária que nos tentaram vender. Mas, porque gosto muito de óleo de figado de bacalhau, meti o frasco à boca, desculpem, meti-me a dar mais atenção às notícias e verifiquei que os adeptos da selecção de Inglaterra têm dado tanta ou mais porrada nos locais por onde passam que os próprios adeptos russos, mas aqui já ninguém ameaçou os ingleses de que ou se portavam bem ou eram igualmente expulsos. Claro que cá o povinho já percebeu: o referendo do próximo dia 23 de Junho em Inglaterra pode muito bem resultar na sua saída da União Europeia. Ameaçar nesta altura a Inglaterra de expulsão do Europeu de Futebol seria o mesmo que pedir-lhe que se vá embora mais cedo... e Angela Merkel não quer isso, não gosta de óleo de figado de bacalhau, tem mêdo do que virá depois.

 

Por isso, na ânsia de tentar abafar as inúmeras broncas que têm grassado por essa União Europeia fóra (elevado desemprego, crise da dívida, marasmo económico, crise dos refugiados, sanções contra a Rússia), Frau Merkel e os seus criados andam esbaforidos e tentam-nos condicionar a mente... cuidado!... atenção aos russos!...

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.