Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

russomanias

russomanias

Dicionário de Política para Tótós - de A a Z

maçonaria.jpg

 

MAÇONARIA - Tive um dia uma professora de geografia que muito admirava que me disse numa aula, cara a cara, que este mundo não é para pessoas inteligentes mas sim para os espertos. Após isso, sempre que penso ou abordo questões relacionadas com o poder vem-me à memória esse dito e tento avaliar até que ponto essa afirmação tem cabimento ou se, pelo contrário, tudo não passará de um alibi para nos tornarmos moles e malandros em tudo aquilo que diga respeito ao necessário esforço que há que dispender para melhorar e superar os nossos actuais conhecimentos. Já sei que estarão agora a pensar o que tem isso dos "espertos" e dos "inteligentes" a ver com o tema aqui abordado da Maçonaria. E têm toda a razão em questionar dessa forma a aqui abertura do tema, pois se ser muito "inteligente" não é de forma alguma garantia de sucesso na vida, ser um político, empresário ou  professor capaz e honesto muito menos é garantia de coisa nenhuma. São necessárias outras "alavancas", ou melhor, pelos vistos outras competências.

 

Por vezes são-nos vendidas quase diariamente, nos jornais e na TV, determinadas figuras e sumidades como prolixos e competentes políticos, empresários, professores, comentadores, novelistas, criminalistas, artistas, juristas, catedráticos, jornalistas e outros mais, e nós perguntamo-nos: mas de onde sairam todos estes empertigados e esguios figurões? Começamos a ver melhor e reparamos então que são todos, ou quase todos, dos partidos do chamado "arco do poder", isto é, do PSD, do PS ou do CDS. Vai daí, e dando uns passos mais à frente, aparece-nos o quê?... se não são da Maçonaria andam por lá perto. Chegados aqui, há que concluir que onde houver "poleiro" a Maçonaria não anda longe, e onde houver Maçonaria há luta pelo "poleiro". Por isso, avisados são aqueles que não destrinçam completamente o todo da Maçonaria com a parte dos partidos que se esfalfam pelo "poleiro", porque embora nos sejam vendidos como coisa diferente... tudo nos aponta que são precisa e completamente a mesma coisa!... inteligentes?... como dizia a minha professora de geografia, muito melhor... espertos!...

 

Mas para podermos entender mais sabiamente todas estas esforçadamente secretas minudências, nada como darmos uma olhadela no livro de António José Vilela, SEGREDOS DA MAÇONARIA PORTUGUESA, publicado pela editora A Esfera dos Livros.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.