Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

russomanias

russomanias

Dicionário de Política para Tótós - de A a Z

PARTIDO SOCIALISTA  -  PS  -  Nada mais normal que todos nós perguntarmos que tipo de socialismo tem sido este que nos tem vendido o PS, nomeadamente que diferença tem feito para o comum dos portugueses ter à frente do Governo o PS ou o PSD. Sim, que isto de comermos carne ou peixe ainda vai que não vai, agora venderem-nos gato por lebre é que já é bem diferente. É que, após dezenas de anos de "take away" socialista e social-democrata, o pessoal já vai estando farto de tanto vira o disco e toca o mesmo, os personagens são todos muito parecidos, chafurdam todos pelos vistos na mesma gamela, prometem antes das eleições que não aumentam impostos e mal chegam ao poder toca de afundar o no maior dos garrotes fiscais. Veja-se o caso de José Sócrates, que antes de subir ao poleiro garantiu à boca cheia que não iria subir a carga fiscal. Chegado ao "trono", coitado, lá veio dizer-nos que "não sabia" como estava o país e que lá teriamos que levar mais uma vez a cartuchada. Não sabia, o pequerrucho, mas pelos vistos soube fazer outras coisas muito mais interessantes e que o conduziram ao "estágio" de Évora.

 

Claro que o pagode "xuxialista",  de concertina e garrafão de tinto a tiracolo, já salta, pula e ri, embora comedidamente, com o novo "Messias" chamado António Costa, mas o português prevenido lembra-se muito bem das barracadas anteriores que nos enfiaram e parece não estar a acreditar muito no novo "milagre" que nos querem vender, pois já nos basta o "milagre" do Passos Coelho, que antes de chegar à linda "cadeirinha" também nunca iria apertar os reformados, mas mal se sentou nela tratou logo de os espremer até ao tutano, matando uns à fome e outros nos corredores das urgências dos Hospitais, como todos os dias vemos na TV. Claro que alguns dirão que estou a ser demasiado "injusto" para com o PS, partido de esquerda e das pessoas mais desfavorecidas. Queriaaas!... Quanto a isso direi eu que a "injustiça" e a "pouca vergonha" estão no facto de os portugueses elegerem deputados e governos "socialistas" para os defenderem mas que estes, após serem eleitos, se comportam como vulgares mariolas eleitos pelo PSD e pelo CDS e somente olham para a sua barriguinha e para a dos "boys" que os ajudaram a subir a escada do apetecido e meloso poder.

 

"Socialismo na gaveta" e a fazer de conta já nos chegam... o Zé Pagode já não vai mais na conversa!...